Belém se prepara para receber chama paralímpica; confira o trajeto da tocha

O revezamento da Tocha Paralímpica começou nesta quinta-feira, no Distrito Federal. Até o dia 7 de setembro o principal símbolo dos Jogos percorrerá mais quatro cidades – Belém, Natal, São Paulo e Joinville, até chegar ao Rio de Janeiro, para o acendimento da pira olímpica na cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, no Maracanã. A passagem pela capital paraense será nesta sexta-feira.

A chegada está prevista para as 10h30, no Aeroporto Internacional de Belém, de onde seguirá para o polo do Pro Paz localizado no bairro da Sacramenta. Lá haverá uma programação artística e esportiva feita por alunos da rede pública com apresentação de teatro e circo, roda de capoeira, ballet clássico, jiu-jitsu, hip-hop, dança contemporânea, dança de salão e percussão.

A partir daí, ela seguirá em visitações ao Serviço de Atendimento Básico em Reabilitação (Saber), Centro Integrado de Inclusão e Cidadania (CIIC), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Belém (Apae), Núcleo de Esporte e Lazer (NEL) e Ginásio Altino Pimenta, onde terá início o revezamento. Ele irá começar na Avenida Visconde de Souza Franco, percorrerá ruas do centro da capital até chegar ao Complexo Feliz Lusitânia, onde ocorrerá a cerimônia de celebração e acendimento da pira paralímpica.

Ao todo, serão 50 condutores participando do revezamento em um percurso de 10km. Para o ex-atleta Ednaldo Monte, coordenador do projeto Brinca Belém – que leva atividades de esporte e lazer para várias comunidades e distritos da capital -, essa oportunidade é única e muito especial.

– Sou jogador do basquete em cadeira de rodas e atualmente deixei de competir para ser árbitro. Fiquei muito feliz e grato ao receber o convite para ser um dos condutores da tocha aqui na minha cidade. Os colegas de profissão já me disseram que planejam uma surpresa para o dia do evento. Estou ansioso – completou.

De acordo com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), 285 atletas representarão o Brasil nos jogos Rio 2016, disputando medalhas em mais de 20 modalidades esportivas. Cada cidade será representada por um tema, e o escolhido para Belém foi “determinação”. Outras cidades irão representar valores como coragem, inspiração e igualdade.

A grande novidade da chama paralímpica é o mecanismo de acendimento: calor humano. A chama que iluminará o Estádio do Maracanã, na cerimônia de Abertura, será formada pela união de cinco chamas acesas no Brasil e uma em Stoke Mandeville, na Inglaterra, berço do movimento paralímpico no mundo. Numa campanha virtual lançada pelo Comitê Rio 2016, pessoas do mundo todo poderão enviar mensagens positivas, por meio de hashtags, acumulando energia suficiente para acender cada chama.

Percurso do revezamento
– Av. Visconde de Souza Franco (Doca)
– Rua Boaventura da Silva
– Av. Generalíssimo Deodoro
– Av. Braz de Aguiar
– Av.Serzedelo Corrêa
– Rua dos Tamoios (Praça. Batista Campos)
– Travessa Padre Eutíquio
– Rua João Diogo
– Rua Coronel Fontoura
– Praça D. Pedro II
– Feliz Lusitânia

Fonte:G1